Fala-se de mãos e pés calejados, mas pouco se fala de corações calejados. Portanto... quanta gente há por aí vivendo como se não fosse possível ter sentimentos porque um dia foram magoadas. As pessoas mais duronas, que parecem indiferentes ao amor

Posts

Segunda-feira, 15 de Março de 2010

Fala-se de mãos e pés calejados, mas pouco se fala de corações calejados. Portanto... quanta gente há por aí vivendo como se não fosse possível ter sentimentos porque um dia foram magoadas. As pessoas mais duronas, que parecem indiferentes ao amor, carinho e ternura, são pessoas endurecidas pela vida. São vítimas de uma dor que não souberam gerir. Uma empresa mal administrada vai à falência; um coração mal dirigido vai à ruína. Somos nós os gerentes da nossa vida. A nós cabe as decisões importantes que conduzirão nosso caminho. Você já experimentou andar com um sapato apertado? No início a gente agüenta, faz até cara bonita e se diz que depois vai amaciar. Mas isso nem sempre acontece e depois de algum tempo percebemos que, mesmo se as pedras no caminho podem fazer mal, melhor mesmo é deixar esse sapato de lado, ainda que seja aquele que a gente tanto desejou e até se sacrificou para adquirir. Há pessoas que calejam nosso coração. Fazem parte da nossa vida e as amamos, mas nos fazem mal... tanto e tanto que acabamos fechando aos poucos as portas do nosso coração a outras possibilidades. Nos trancamos dentro dele e vivemos na escuridão da nossa própria sombra. Não permita que alguém magoe seu coração a ponto de te deixar insensível. Não deixe de acreditar nas estrelas porque um dia as nuvens escuras encobriram seu céu. Se seu coração está calejado, cuide dele com mais carinho ainda. Que seja ele a transformar a atitude dos outros em relação a você e não o contrário! Se alguém que você ama só quer brincar com seu coração, talvez essa pessoa não mereça o amor que você sente. E por mais difícil que seja, guarde seu coração das asperezas, não deixe que as decepções o endureça. Olhe em outras direções, dê uma chance aos que te querem bem e ao seu coração de ser cuidado com o carinho que ele merece.

 

 

 (Letícia Thompson)

publicado por RosaOliveira às 22:18

Olá
Bonito texto e linda mensagem.
É difícil colocar em prática quando se ama verdadeiramente alguém. Amar??? Será amor sofrer por quem não nos ama? Ou será apenas apego?
Há que dar novas oportunidades ao coração e partir ,porque amar não é sofrer.
Se se continuar a insistir em relações que não funcionam, depressa a amargura instalar-se-á.
Há que deixar entrar o sol nos nossos corações e acreditar que todos os dias podem ser de festa.
Beijos
Manu
Existe um Olhar a 15 de Março de 2010 às 23:54

Olá Manu!
Obigada pela visita e pelo comentário.
Eu acredito que "o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã!" Por vezes o tamanho da noite é longo! A minha durou vinte e muitos anos, mas graças a Deus valeu a pena.
O entrou e brilha no meu coração!
Xi
RosaOliveira a 17 de Março de 2010 às 17:38

Concordo plenamente com sua opinião.
Se eu não acreditasse me mim e não desse valor ao amor e amizade verdadeira,hoje ñão tinha namorado e minha filha.
As boas pessoas não merecem pelo que as mas pessoas nos fizeram passar e sofrer.Temos nosos luto,mas o amor é luta diaria,por nos e pelos outros.
Bem haja o momento em que o encotrei e não procurei, simplesmente estava a minha espera e eu achei.
Bjo gdre
luadoceu a 17 de Março de 2010 às 10:14

Olá!
Se não acreditarmos em nós... perdemos a oportunidade de receber o que Deus tem para nos entregar.
Todos temos nossas lutas, mas graças a elas aprendemos a dar valor aos momentos de paz!
Em tudo devemos dar graças... o que nem sempre é fácil de entender, quanto mais de fazer.
Xi
RosaOliveira a 17 de Março de 2010 às 17:40